O custo da obesidade

O custo da obesidade

the-cost-of-obesity_thumb

Três instituições americanas se uniram para desenvolve um infográfico com importantes informações sobre obesidade. Desde o número de obesos nos EUA a quais programas ajudam os americanos a enfrentarem a doença. Fizemos a tradução de alguns dos pontos mais importantes para quem não entende o inglês.

• Nos Estados Unidos, 35,7% da população, ou 78 milhões de adultos são considerados obesos. Entre as crianças, são 12,5 milhões (17%) da população infantil.

•O crescimento também é preocupante. Segundo o infográfico, se continuar nesta evolução, até 2030 44% da população americana já será considerada obesa.

•O CUSTO HUMANO:

112 mil pessoas morrem por ano por causas associadas a obesidade nos Estados Unidos.

Existem mais condições crônicas associados a obesidade do que ao álcool, o cigarro e a pobreza (nos EUA).

A obesidade aumenta o risco de mais de 20 problemas de saúde:

Apnéia do sono, Acidentes Cárdiovasculares, hipertensão, problemas respiratórios, Diabetes Tipo 2, Cancers do cólon e intestino.

•O CUSTO FINANCEIRO:

Nos Estados Unidos, no ano de 2009, 152 Bilhões de dólares foram associados a males da obesidade.

Em 2006, os custos médicos de pessoas obesas superaram em 1.426 dólares os custos de pessoas consideradas com peso saudável.

O estudo ainda aponta que existem custos indiretos da obesidade, associando as ausência de funcionários comprometidos com a saúde com perdas salariais, de bônus e menos produtividade no geral.

Mesmo com o caso americano sendo bem diferente do brasileiro, o que chama a atenção e deve ser observado é como a obesidade tem potentes consequências negativas na nossa sociedade e vidas.

Para quem entende o inglês, o infográfico abaixo traz essas e mais informações. O estudo foi divulgado pela School of Public Health & Health Services, MPH@GW, PUblic Health is ROI.

the-cost-of-obesity_01

Nenhum comentário

Postar um comentário

UA-82147024-1
WeCreativez WhatsApp Support
Fale conosco pelo WhatsApp.
👋 Olá, como podemos ajudar?